Dízimo e oferta: qual a diferença?

Muita gente, mesmo frequentadores assíduos nas celebrações, às vezes tem dúvida quando a prática de entrega dos dízimos e das ofertas. Nesta edição do Em Família, Marines Cerri, coordenadora da Pastoral do Dízimo, na Paróquia São João Bosco, traz alguns esclarecimentos importantes sobre o assunto.


     Dízimo é um compromisso mensal e regular, proporcional aos rendimentos do fiel. Toda pessoa batizada na Igreja Católica deve assumir essa prática. Participar dessa semeadura é uma forma concreta que o cristão tem para manifestar a sua fé em Deus e o seu amor ao próximo, já que é por meio dele que a Igreja se mantém em atividade, sustenta seus trabalhos de evangelização e realiza muitas obras de caridade e assistência aos menos favorecidos.

     Pelo dízimo, a pessoa vive as três virtudes mais importantes para todo cristão: a Fé, a Esperança e o Amor-Caridade, que nos levam mais perto de Deus. Esse é um exercício de doação e partilha em que o cristão se mostra disponível a cuidar das dimensões religiosa, social e missionária. Cada pessoa deve definir livremente, sem tristeza nem constrangimento, qual será o valor que irá contribuir.  

OFERTAS

     Ofertas são doações espontâneas, com as quais o fiel também pode e deve participar da vida em comunidade, mas nesse caso não existe a regularidade, como no dízimo. A pessoa pode e deve doar na hora do ofertório, durante as missas, ou fazer depósitos nas caixas de coleta, mas não se trata de um compromisso fixo assumido com Deus, e sim de uma manifestação de amor e de confiança.

     Cada vez mais católicos se conscientizam da importância do dízimo e das ofertas. É bom encontrar as igrejas limpas, bem equipadas, com tudo funcionando bem... Mas, infelizmente, muitos se esquecem de que, para isso, todos precisam colaborar! “Somos a Família do Senhor, e cada Igreja é uma casa de todos nós”, enfatiza   Marines Cerris. “A Igreja conta com o seu desejo de viver em Cristo, de assumir de fato o papel e a missão de ser, junto com seus irmãos de fé, membro de um mesmo Corpo. Diga sim ao compromisso de levar adiante os trabalhos evangelizadores da sua paróquia”.

“Dê cada um conforme o impulso do seu coração, sem tristeza nem constrangimento. Deus ama a quem dá com alegria”  Pastoral do Dízimo
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home