PAJAM, uma pastoral de apoio aos grupos juvenis

A Paróquia São João Bosco conta atualmente com mais de 30 pastorais, entre elas o grupo de Pais e Amigos dos Adolescentes e Jovens Missionários. Nesta edição, o Em Família traz um papo rápido com a coordenadora Maria do Carmo Ohl Fernandes, e mostra uma boa alternativa para quem deseja se colocar a serviço do próximo


     Quando surgiu o PAJAM? 
     Por volta do ano 2000, no início da Adolescência Missionária, os pais dos filhos que participavam da AM conduziam seus filhos à participação no grupo, sendo catequistas e acompanhando em sua caminhada paroquial. Reuniam-se esporadicamente, com o compromisso de auxiliar enquanto catequistas na caminhada do grupo adolescente. 

     Como tornou-se PAJAM?
     Com o passar dos anos, aproximadamente em 2010, quando os primeiros adolescentes, já jovens, assumiram a liderança da Adolescência Missionária, este grupo de pais, motivados por seus primeiros coordenadores, René e Rosali, Edson e Inês, inspirados pela amizade e fé que os uniam, se articularam e, de modo mais organizado,  passaram a apoiar os adolescentes e jovens, como assessores, nas atividades pastorais paroquiais: retiros, música, lanche, almoços, tardes de formação, orientação, palestras, considerando que poderiam ser uma referência, na Paróquia São João Bosco,  para outros pais e famílias que desejassem acompanhar seus filhos e crescer na vida de fé, estudo e trabalhos pastorais. 

     Quando surgiu o reconhecimento paroquial?
     O grupo de pais e amigos que apoiam e acompanham os adolescentes e jovens na Paróquia São João Bosco existe há cerca de 20 anos, porém, o nome de “batismo”, e enquanto Grupo de Dimensão Pastoral (PAJAM), existe há uns sete. No segundo semestre de 2013, incentivados pelos salesianos Leandro Brum e Rafael Galvão, e o pároco padre Justo Ernesto Piccinini, o grupo decidiu assumir o espaço e compromissos de uma Pastoral, sendo lançado como tal na Assembleia Paroquial de 2013. Batizado então o Grupo de Pais e Amigos dos Adolescentes e Jovens Missionários - PAJAM. O nome surgiu um pouco de brincadeira, como o jeito descontraído e salesiano de ser dos integrantes, e permaneceu! 

     Como e quando acontecem as reuniões do grupo? 
     As reuniões são mensais, sem data fixa, mas agendadas com um mês de antecedência, sempre respeitando o Calendário Pastoral, especialmente as atividades dos Adolescentes e Jovens Missionários da paróquia. Acontecem aos sábados, após a missa ou final da tarde de domingo, geralmente na casa de um dos participantes. Em todos os encontros está presente a imagem da Sagrada Família Peregrina, que acompanha o grupo e segue visitando as casas dos Pais Catequistas Missionários. Fazemos uma oração, refletimos e partilhamos nossos momentos de pais e mães de família, planejamos as atividades do mês nas quais precisaremos dar apoio aos grupos juvenis e organizamos nossas ações junto aos eventos da paróquia. Sempre que possível, o pároco, padre Claudio Motta, se reúne com o grupo para uma bênção. 

     Quem pode participar do PAJAM? 
     Os integrantes do PAJAM são os fiéis adultos da Paróquia São João Bosco, casais ou não, que também podem ser integrantes de outros grupos pastorais. A ação pastoral do grupo é auxiliar os jovens e adolescentes no que eles precisam, de acordo com as atividades que realizam. Desde a sua criação, o grupo vem trilhando sua jornada, sempre a serviço da comunidade paroquial e o Centro Juvenil Salesiano Dom Bosco, obra social da Paróquia São João Bosco, no esforço contínuo de ser fiel à sua vocação, descrita no Plano Pastoral Paroquial, desde seu inicio: “Assessorar e dar apoio aos grupos juvenis, particularmente Adolescência Missionária e Juventude Missionária, segundo suas necessidades e planejamentos, definido  por seus coordenadores e catequistas. Proporcionar aos seus membros, oportunidade de fraterno convívio e crescimento na fé” (PPP 2018/pag.26).

     O grupo está aberto para novos integrantes? 
     O PAJAM está sempre aberto para receber novos participantes. Este ano, em parceria com a Pastoral da Família e do Batismo, o grupo promoverá um Encontro de Casais, num movimento de abertura e de busca para novos casais para os grupos e atividades pastorais. Os interessados podem, a qualquer tempo, deixar nome e telefone para contato na secretaria da paróquia. O lema do grupo é “Basta que sejais jovens para que eu vos ame!” Dom Bosco. O PAJAM está de braços abertos para novos voluntários. 
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home