Idade Ativa leva conhecimento à “geração prateada”

Iniciativa da instituição do Unisal estimula troca de saberes e convívio social para pessoas com mais de 50 anos


     A expressão millennials – os jovens nascidos a partir da virada do século – já é consagrada no mercado, mas outra começa a ganhar espaço pela importância: “Geração Prateada”. O termo refere-se aos idosos que buscam se manter ativos e adquirir mais conhecimento por meio de iniciativas como o Programa Idade Ativa, do Centro Universitário Salesiano de São Paulo – UNISAL. 

     O projeto é um curso de formação permanente do UNISAL que atende pessoas acima de 50 anos. As aulas abordam aspectos relacionados à sociedade e à cidadania, além de temas específicos sobre envelhecimento, saúde e qualidade de vida. Trata-se de uma abordagem multidisciplinar e tem duração de até três anos – mas os interessados podem participar quantas vezes desejarem. 

     No total, o programa conta com mais de 40 professores de disciplinas como Educação Nutricional”, “Jogos”, “Afeto, Memória e Cognição”, “Ética”, “História do Mundo e Gastronomia”, “Dança e Criatividade”, entre outras. As disciplinas são trocadas a cada bimestre para manter a oferta variada de conhecimentos. “O que se busca é a valorização humana e social, a convivência e a educação ao longo da vida, explica a Prof.ª Karen Simões Monteiro, responsável pelo projeto Idade Ativa na Unidade São Paulo. 

     Estão abertas as inscrições para participar do Projeto Idade Ativa em 2020, com aulas a partir de fevereiro. Os interessados devem comparecer nos Campi do UNISAL com RG, CPF e comprovante de residência. 

     Para mais informações, acesse: www.unisal.br/cursoslivres e procure por Idade Ativa – Envelhecimento Saudável. 
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home