Dom Bosco Ambiental, cuidando da casa comum

O que você faz para cuidar da nossa casa comum? Mudança de hábito deve ser a resposta! Surge na comunidade um time que quer fazer presente o cuidado com o meio ambiente

     Apresentamos aqui o Dom Bosco Ambiental, que nasceu do desejo de se criar um projeto ambiental, inspirado por integrantes do grupo de Pais Missionários e do grupo de Estudos Bíblicos. Esse despertar veio com a vontade de oferecer respostas concretas contra a degradação do meio ambiente e o sentimento de elaborar e colocar em prática ideias para ajudar a promover o desenvolvimento sustentável, em parceria com os educadores do Centro Juvenil Salesiano Dom Bosco, que trabalham com crianças, adolescentes e jovens, além da comunidade local. A ideia central é preservar o meio ambiente para garantir sua existência para as gerações presentes e futuras.

     As motivações para formar o Dom Bosco Ambiental nasceram da insatisfação de constatar no dia a dia práticas contrárias ao cuidado com o meio ambiente, perceber a necessidade de conscientizar maior número de pessoas das práticas sustentáveis que geram qualidade de vida e sensibilizados pela encíclica do papa Francisco “Laudato Si”. Queremos juntos, no espaço de afeto que é a Paróquia São João Bosco, viver experiências que abram nossas mentes sobre a importância de cuidarmos de nossa casa comum. Entendemos que, para que uma sociedade sustentável exista, é necessário investir na educação ambiental, conhecer as formas de melhor atuar e comprometer-se com essa ação. Como cidadãos, temos essa missão. Como integrantes da comunidade, devemos agir.

     Agir transmitindo valores e conhecimento sobre o tema, mobilizar cidadãos conscientes sobre as diferentes formas de preservar o meio ambiente. Estamos dando pequenos passos com o objetivo de estimular a consciência ambiental. O entusiasmo entre as integrantes do grupo aumenta a cada encontro realizado. Dentre os próximos projetos a serem organizados pelo grupo na Paróquia São João Bosco, temos: 

     - Ação voltada para a diminuição de resíduos com a arrecadação de latinhas de alumínio e de garrafas de plástico, disponibilizando tambores para essa coleta; 

     - Ação educativa voltada para os processos de degradação de resíduos orgânicos com a compostagem, que é uma forma de transformar restos de frutas e legumes em adubo. O objetivo é implantar uma composteira para reciclar os resíduos dos restos de alimento.

     Trata-se de uma iniciativa simples com o objetivo de gerar mudança de hábitos. Sob a coordenação de Lenice Kobayashi, o grupo pretende, também, organizar palestras sobre o tema na comunidade. 

Texto de Ieda K. Marcos, Rosana Araujo e Lurdinha Crepaldi, do grupo Dom Bosco Ambiental
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home