Junho de 2015 - Santos populares? Santos profetas?

     Tirando o folclore... vamos à profecia!  Todos os santos deveriam ser populares... pois são do povo, pelo povo e com o povo se santificaram. Mas todos também foram profetas, vivendo a profecia até as últimas consequências... em favor do povo. E nisso são testemunhas para a nossa vida! Precisamos buscar a santidade vivendo a profecia. Vejamos os santos "populares - profetas" deste mês de junho...

     Santo Antônio (13/06): nasceu em Lisboa e morreu em Pádua. A visão de mártires franciscanos na África o atraiu ao ideal missionário. Entregou sua vida pregando o evangelho no norte da Itália e sul da França. Sua preferência se dirigia, sobretudo, ao povo. Ele nos convida a viver o profetismo hoje, como anunciadores do Evangelho de Jesus aos simples do povo de Deus.

     São João Batista (24/06): João é filho de Zacarias, o mudo e de Isabel, a estéril; seu nascimento anuncia  que a esterilidade se tornará fecundidade e o mutismo, exuberância profética.
Dele lembramos o caráter profético: anúncio de Jesus e denúncia de toda espécie de pecado. É precursor de Cristo pela palavra e pela vida... Ele nos convida à conversão contínua... Convida a sermos profetas do Senhor, sem medo! Quando? Hoje!

     São Pedro (29/06): de simples pescador tornou-se seguidor de Jesus, após receber e aceitar o convite do Mestre. Jesus lhe muda o nome e chama "Pedra": ele vai ser a pedra fundamental da Igreja que vai nascendo a partir do testemunho do ressuscitado. É referência para o caminhar da comunidade, que aos poucos se abre: a salvação é para todos. Como assembleia - como Igreja -ele nos convida ao profetismo da entrega da vida até às últimas consequências, até à Cruz... como Jesus.

     São Paulo (29/06): de perseguidor fanático aos seguidores de Jesus, passa a testemunha e pregador ardoroso, entusiasta, fiel. Teve seu encontro com o Senhor, deixou-se tocar, viveu a conversão: ninguém passa ileso ao encontrar-se de verdade com Ele. Suas viagens foram fortes tempos de evangelização e de anúncio do Cristo Ressuscitado. Foi profeta evangelizador, testemunhando com a entrega da vida. Seu testemunho nos convida ao profetismo da conversão e do anúncio fiel e corajoso.

     São exemplos e testemunhas de santos - seguidores profetas do Senhor. São santos do povo. Que eles nos despertem e incentivem sempre mais no ardor da santidade profética: seguir Jesus Cristo, testemunhando com nossas vidas o amor incondicional e misericordioso do Pai para com os menos favorecidos do povo de Deus.

Padre Assis Moser, sdb.
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home