Julho de 2015 - A presença salesiana ao redor do mundo

      Além do trabalho constante de evangelização, educação e promoção junto aos jovens, principalmente os mais vulneráveis, que os salesianos desenvolvem em todo o mundo, vemo-nos diante de urgências de grandes proporções. E, em meio a guerras regionais, convulsões sociais e catástrofes naturais ao redor do mundo, muitas das quais são retratadas pela mídia mundial, os salesianos estão dando corajosa e generosa resposta. Em Juba, Sudão do Sul, em guerra desde que se dividiu do Sudão, os salesianos atendem a mais de duas mil pessoas em diversas comunidades. Em meio à epidemia do Ebola em Serra Leoa, África, 15 salesianos começaram a atender os órfãos que tinham perdido seus pais. Em poucas semanas transformaram duas escolas que tinham sido fechadas em duas casas-lares.

      Nas Filipinas, num esforço conjunto, depois do devastador tufão Haiyan, fizeram a reconstrução de mais de 3 mil habitações simples e onze centros educativos.

      Em Odessa (Ucrânia), as irmãs FMA e os SDB trabalham generosamente para dar atenção a muitas famílias de refugiados que têm verdadeira necessidade de sustento, iniciativa e serviço, no que também estão envolvidas muitas famílias cristãs da mesma cidade. Na Colômbia a formação para o trabalho e o desenvolvimento humano nas obras salesianas obteve este ano reconhecimento nacional.

      Na Síria, convulsionada pela guerra civil, na cidade de Alepo, jovens salesianos desafiam permanentemente as balas e os tiros, dando, no possível, normalidade aos oratórios e centros juvenis nas casas, no desejo de que a vida continue.

      No Nepal, a presença consoladora e efetivamente solidária dos salesianos e salesianas entre os nossos irmãos que sofreram o devastador terremoto no Nepal, embora em meio ao drama e à dor, é um motivo de profunda ação de graças. Mais uma vez, Dom Bosco deu provas palpáveis de que a globalização da caridade e da solidariedade é verdadeiramente possível.

      Iêmen. Foi a bravura e a forte motivação de nossos quatro irmãos da Inspetoria de Bangalore (Índia) que ali vivem e trabalham, a dar alívio em meio à situação muito dramática de guerra.

      No século XIX, Dom Bosco trabalhou entre os jovens de Turim, mas, diante do mapa-mundi chorava vendo quantos jovens precisavam de ajuda. A Família Salesiana, hoje presente em mais de 130 países ao redor do mundo, continua a dar uma resposta aos desafios da realidade.


Padre Ailton António dos Santos, pároco
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home