Agosto de 2015 - Agosto vocacional

     Qual a melhor vocação?, pergunta alguém. Ser padre, responde um. Ser pai - mãe de família, dizem outros. E? Vocação é desde sempre e para sempre! Não é uma questão de tempo ou de momento.

     Se nós recordamos a realidade vocacional no mês de agosto é mais como um caminho pedagógico / espiritual a nos alertar sobre a vocação para a qual fomos chamados e... a vivenciá-la com ardor! Lembramos as diversas vocações que se nos apresentam para viver e testemunhar o amor de Deus derramado em nossos corações.

     Ser padre: responder ao chamado de Deus na vida presbiteral. Ser padre por inteiro, colocar-se disponível a Deus para servir os irmãos da comunidade no ministério ordenado. Alguém do povo, chamado por Deus para ser discípulo missionário do Reino. Será feliz se sua entrega for por inteiro com fidelidade perseverante.

     Ser pai - mãe de família: lembramos o dia dos pais. Ser pai é uma vocação! Gerar e educar um filho, evangelizar um filho é um chamado feito por Deus para viver a disponibilidade da doação generosa, educando com o coração de Deus. Ser família é para quem tem Deus no coração e o testemunha familiarmente.

     Ser religiosa/o: ser chamado à Vida Consagrada, vivendo a tríplice dimensão de uma mesma realidade: ser comunidade fraterna, vivendo os votos de obediência, pobreza e castidade, testemunhando a missão específica em cada carisma. Como salesiano "glorificar a Deus salvando a juventude"! Há que ser forte e generoso na resposta.

     Ser leigo/a - catequista: vivenciar inserido e comprometido na Igreja, povo de Deus, buscando testemunhar o Reino de Deus com a entrega da vida a serviço da comunidade. Sua vida, sua vocação na Igreja é imprescindível. Feliz da comunidade que tem leigos dedicados em sua missão evangelizadora.

     Queremos todos ser felizes. Vocacionalmente felizes. Coloquemo-nos a serviço da vida, pondo generosamente nossas vidas a serviço da vida de quem Deus vai colocando em nossas vidas! Com Deus, aceitando seu chamado para sermos discípulos missionários, teremos tudo para ser felizes e fazer pessoas felizes.

Padre Assis Moser, sdb.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home