Maio de 2016 - Ana, a mulher estéril que Deus fez gerar filhos


     Ana era uma das esposas de Elcana. Ela era estéril, enquanto Penina era mãe de muitos filhos. Todos os anos Elcana subia de sua cidade a Siló para adorar e sacrificar ao Senhor dos Exércitos. Lá, Hofni e Finéias, os dois filhos de Eli, eram sacerdotes do Senhor. No dia em que Elcana oferecia sacrifícios, dava porções à sua mulher Penina e a todos os filhos e filhas dela. Mas a Ana dava porção dupla, porque a amava, mesmo sendo estéril. Sempre que Ana subia à casa do Senhor, sua rival a provocava e ela chorava e não comia. 
Elcana, seu marido, perguntava: “Ana, por que você está chorando? Por que não come? Por que está triste? Será que eu não sou melhor para você do que dez filhos?” Ana não se conformava e pedia filhos ao Senhor e fez um voto, dizendo: “Ó Senhor dos Exércitos, se tu deres atenção à humilhação de tua serva, te lembrares de mim e não te esqueceres de tua serva, mas deres um filho, então eu o dedicarei ao Senhor por todos os dias de sua vida, e o seu cabelo e a sua barba nunca serão cortados”.

     Na manhã seguinte, eles se levantaram, adoraram ao Senhor e voltaram para casa, em Ramá. Elcana teve relações com sua mulher Ana, e o Senhor se lembrou dela.

     Assim Ana engravidou e, no devido tempo, deu à luz um filho. E deu-lhe o nome de Samuel, dizendo: “Eu o pedi ao Senhor”.
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home