Homens da Bíblia: um 'quase desconhecido', mas firme na fé!

     Tito está longe de ser um personagem distinto e famoso entre os homens da Bíblia. Se o apóstolo Paulo não tivesse escrito uma epístola para ele, muitas pessoas dificilmente teriam constatado a sua existência. Entretanto, humanamente falando, a continuidade do Evangelho se deve a homens pouco conhecidos como Tito, que foi firme e constante na defesa de sua fé.

     O nome de Tito nunca aparece no livro de Atos quando Lucas escreve sobre as viagens de Paulo. Lucas, entretanto, conhecia-o e estava associado a ele. Foi também um companheiro de Paulo no princípio de seu ministério, quando Barnabé ainda estava com ele (Gálatas 2:1). As poucas citações a seu respeito indicam um ministro de bom caráter, mesmo não havendo nenhuma pregação sua registrada e nenhum milagre fora feito por suas mãos.

     Foi uma pessoa a quem podiam ser confiadas responsabilidades importantes. Paulo enviou-o a Corinto para preparar a igreja sobre suas ofertas para os santos em Jerusalém. Depois deixou-o em Creta para colocar em ordem as coisas que estavam inconclusas. Ele foi incumbido de ordenar os anciãos (pastores) em várias cidades (Tito 1:5).

     Tito tratou com um povo difícil e deveria selecionar homens capazes de lidar com essas pessoas. Os cretenses eram mentirosos, imorais e glutões preguiçosos (Tito 1:10-13). Foi dada a Tito a tarefa penosa de trabalhar entre esse povo e devia não apenas reprovar o pecado deles, mas também preveni-los e ensiná-los para que fossem sãos na fé (Tito 1:13; 2:1).


Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home