Outubro de 2016 - A caminho... com Jesus

     E chega outubro, o mês missionário. Recordamos que pelo mandato de Jesus somos todos chamados a servir o Reino de Deus, na paz, na justiça, no amor. O Evangelho de Jesus nos convida a viver como discípulos missionários. 

     No 27º domingo do tempo comum Lucas (17, 5-10) nos diz que os apóstolos pediram ao Senhor: “Aumenta a nossa fé”. No caminho longo e que poderia ser perigoso, eles queriam força para seguir Jesus até o fim. E nós hoje, podemos e queremos seguir  Jesus até o fim?  Com Jesus precisamos ser servos disponíveis, a serviço. Peçamos a graça de ter uma fé viva e forte que se traduza em obras. 

     O 28º domingo do tempo comum (Lucas 17, 11-19) nos mostra que o caminho continua. E nele Jesus devolve a alegria da vida, curando leprosos. Dos que foram curados, apenas um volta para louvar, dar glória a Deus. Deus nos vai curando a cada dia, pois ele nos quer vivendo vida melhor. Nossa salvação é encontrar-se com Aquele que nos vai curando pelo caminho, nos dando oportunidade de louvar ao Pai, dizendo: “tudo é graça”!

     No 29º domingo do tempo comum Lucas (18, 1-8) nos diz que é preciso rezar sempre, sem nunca desistir. Uma oração que é escuta de Deus e pedido para que ele faça o melhor por nós. E que nossa oração venha como  sede de justiça em meio a uma sociedade injusta, na busca da paz.  E haverá justiça se houver fé sobre a terra, uma fé que não é doutrina, ideologia, mas encontro íntimo e profundo com a pessoa de Jesus, em vista do seguir e ser como Ele: justo!

     Dois homens subiram ao templo para rezar, nos diz Lucas (18, 9-14) no 30º domingo do tempo comum. O humilde volta para casa justificado, pois a humildade chega ao coração de Deus, enquanto que a arrogância, o orgulho distancia de Deus. Precisamos cuidar para não nos acharmos inocentes diante de Deus e ficar condenando os outros. Quem somos nós para julgar os outros...

     E no caminho Jesus se encontra com Zaqueu (Lucas 19, 1-10). O 31º domingo do tempo comum nos mostra Zaqueu que quer ver Jesus. Jesus o olha com amor e manda descer da árvore do orgulho para que a salvação, a vida feliz possa entrar em tua casa. E, encontrando-se com Jesus, devolve o que não era seu e partilha com generosidade de coração. O contato com Jesus transforma sua vida... mesmo para quem parecia ser um caso perdido, como era o caso de Zaqueu...

     Que em nosso caminhar possamos estar mais perto de Jesus, para dele recebermos a graça necessária para sermos seus discípulos missionários, com alegria e sinceridade de coração.

Padre Assis Moser, sdb.
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home