Abril de 2017 - Tempo de viver vida nova

     Iniciamos o mês abril, em meio à Quaresma, com sentimento de vida. O 5º domingo da Quaresma nos apresenta a vida que vence a morte (João 11, 1-45). Jesus convida Lázaro “a vir para fora”: dá vida a ele e vai entregar sua vida para que todos tenhamos vida. Podemos nos perguntar: Sou sinal de vida? Entrego a vida para que haja mais vida, ou permaneço “amortecido” em meu túmulo?

     E chegamos ao Domingo de Ramos. Entrada triunfal de Jesus na cidade grande de Jerusalém. Mas, da mesma forma que é aclamado, também será condenado: o anúncio de sua paixão nos revela isso. Para quem vive o seguimento de Jesus, é preciso que conheça e viva o caminho da dor, do sofrimento, da Paixão!

     E vivenciamos o centro de nossa vida e espiritualidade cristã: a celebração do Tríduo Pascal. Que maravilha se fizéssemos dele um único dia, um único momento de vida na maior intimidade com Jesus: o serviço na simbologia do Lava-pés, a entrega total de si celebrada na Paixão e Morte na Cruz, na certeza de que a morte não vence a vida, pois Deus é maior e ressuscita seu Filho para que com ele não fiquemos na morte, mas ressuscitemos em vida nova. O Ressuscitado nos liberta para que sejamos protagonistas de libertação e vida nova com Ele. 

     E vem o Tempo Pascal! O 1º Domingo - o da Ressurreição - nos diz que devemos ter pressa para encontrar o ressuscitado e viver com Ele. O sepulcro vazio nos indica o caminho da fé: não nascemos para morrer, mas para ressuscitar!

     No 2º Domingo da Páscoa celebramos a Divina Misericórdia: na importância e necessidade do perdão, na acolhida de Tomé em comunidade. É em comunidade que reconhecemos o Cristo da Fé e com Ele empenhamos e comprometemos nossas vidas, sendo sinais de comunhão fraterna para sermos sinais de que Cristo continua vivo entre nós.

     O 3º Domingo da Páscoa nos apresenta Jesus nosso companheiro de viagem, como foi dos Discípulos de Emaús! É também o nosso peregrinar com Ele hoje, em nosso tempo: Ele continua a nos explicar sua Palavra na Escritura Sagrada e a nos dizer que devemos partir e partilhar o Pão com quem conosco caminha. Somos gente da fraternidade!

     Que sejamos sinais de vida nova, no caminhar com Cristo Ressuscitado. Deixando que Ele seja a razão de ser de nossa vida de fé, esperança e amor fraterno. 


Padre Assis Moser, sdb.
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home