Junho de 2017 - Lídia, a primeira convertida de Paulo na Europa

“E uma certa mulher chamada Lídia... nos ouvia, e o Senhor lhe abriu o coração
para que estivesse atenta ao que Paulo dizia”
(Atos 16:14)

     Muitas mulheres da Bíblia foram usadas pelo Senhor para que Seu plano se tornasse realidade. A Europa precisava ser evangelizada e a semente do Evangelho foi lançada naquelas terras pelo apóstolo Paulo através de Lídia, uma mulher forte, porém de coração meigo. 

     Paulo deu abertura para o trabalho feminino, teve muitas colaboradoras e até diaconisas, e foi exatamente em Filipos, um lugar improvável para a Palavra de Deus ser semeada, que Lídia ouviu da boca do apóstolo as Boas-novas.

     Lídia, comerciante de grande destaque que viera da Ásia Menor, vendia, em Filipos, tecidos finos. Ela não era judia mas tinha o coração aberto para conhecer este Deus que tanto fizera e fazia pelo povo judeu. Ela sabia dos milagres e do perdão contínuo a este povo que Ele chamava de Seu povo. Lídia, atenta às palavras de Paulo, conheceu Jesus, o próprio Deus, que desceu da Sua glória no céu, da Sua majestade para lhe dar as Boas-Novas do Evangelho, derramar o Seu precioso sangue e morrer numa cruz para lhe salvar e dar a vida eterna.

     Entendendo as sábias palavras do apóstolo Paulo, ela decidiu, juntamente com toda a sua família, ser batizada. Como uma mulher de Deus, e com um espírito hospitaleiro, ofereceu e insistiu com o apóstolo para ele, juntamente com Lucas e Timóteo, se hospedar em seu lar. Mais tarde, a sua casa se transformou na sede da igreja em Filipos.


Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home