Setembro de 2017 - Rute, uma história de amor e providência de Deus

     No tempo dos juízes, quando ainda não havia rei sobre Israel, uma família israelita saiu de Belém para escapar da fome. A família, composta por Noemi, seu marido e seus dois filhos, se mudou para uma terra vizinha, chamada Moabe. O marido de Noemi morreu e seus dois filhos se casaram com mulheres moabitas mas morreram sem deixar descendentes.  

     Viúva e sem filhos, Noemi decidiu voltar para Belém, onde já não havia mais fome. Ela aconselhou suas noras a ficarem em Moabe com suas famílias e seus deuses, mas uma delas ficou com Noemi. Seu nome era Rute e ela tinha decidido seguir a Deus e cuidar de sua sogra, a qualquer custo (Rute 1:16-17).

     Quando chegaram em Belém, Rute foi trabalhar para sustentar sua sogra idosa. O dono da plantação, chamado Boaz, reparou no trabalho árduo de Rute e fez perguntas sobre ela. Ele ficou impressionado quando ouviu tudo que Rute estava fazendo por sua sogra. Por isso Boaz a tratou bem, deu apoio e proteção. Deus estava ajudando Rute a encontrar uma nova família!

     Rute continuou a trabalhar na plantação de Boaz até acabar a colheita.  Então Noemi aconselhou Rute a pedir Boaz em casamento, o qual aceitou e teve com ela um filho chamado Obede. O filho de Rute foi a alegria de Noemi em sua velhice, cuja vida foi restaurada pelo amor de Rute (Rute 4:13-15). Rute se tornou bisavó do rei Davi, que foi antepassado de Jesus.
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home