Boa noite!           Quinta 14/12/2017     04:21
Cadastre seu e-mail e receba nossos informativos: Nome Email

Jornalista documenta histórias e milagres dos 300 anos de Aparecida

     Segundo Rodrigo Alvarez, jornalista e correspondente internacional da Rede Globo, quando “aquela imagem feia e quebrada apareceu na rede de três pescadores, em 1717, o Brasil estava longe de ser o Brasil”. Com esta referência ele iniciou uma das melhores obras já escritas sobre Nossa Senhora Aparecida: O livro Aparecida – A biografia da santa que perdeu a cabeça, ficou negra, foi roubada, cobiçada pelos políticos e conquistou o Brasil. Este ano ele lançou Milagres, que reúne histórias inéditas e exclusiva dos 300 anos de Nossa Senhora Aparecida


     Em comemoração aos 300 anos da aparição da imagem de Nossa Senhora Aparecida nas águas do Rio Paraíba do Sul, na região do Vale do Paraíba, a Globo Livros lança Milagres, o livro mais completo sobre as histórias sobrenaturais relacionadas à Padroeira do Brasil. Autor dos best-sellers Aparecida, Maria e Humano Demais, Rodrigo Alvarez teve a oportunidade de vasculhar o arquivo inédito da Sala das Promessas no Santuário de Aparecida para revelar aos leitores episódios verídicos e surpreendentes com precisão jornalística e fidelidade aos fatos.

     Com sua equipe de pesquisa e apoio de padres e funcionários do Santuário, o escritor analisou mais de 4 mil relatos, revirou documentos e realizou entrevistas minuciosas com dezenas de brasileiros para contar as 32 histórias apresentadas na obra, que resumem o poder da santa, o maior símbolo da fé católica brasileira. Milagres é um livro reportagem com conteúdo exclusivo, que apresenta um mergulho na alma brasileira e narra, de maneira detalhada e instigante, os 300 anos de histórias sobre Nossa Senhora Aparecida.

     Além de relatos atuais, como as sagas de Lourenço, que escapou da morte algumas vezes, e Lourival, um homem paraplégico que voltou a andar no caminho para Aparecida, o autor apresenta milagres históricos, alguns totalmente inéditos e outros em versões completas, como o “milagre dos monstros”, do qual, segundo a lenda, se originou a imagem de Aparecida, e o “milagre do escravo”, uma fábula de redenção transmitida de maneiras distintas ao longo dos anos. As fotos apresentadas no livro também são inéditas e reveladoras e estavam guardadas por muitos anos dentro de caixas no Santuário. Publicada pela Globo Livros, a obra é resultado de intensa pesquisa de acontecimentos extraordinários atribuídos à santa. 

     O primeiro livro de Rodrigo Alvarez foi No País de Obama lançado pela editora Nova Fronteira, em 2009. O autor descreve as impressões sobre os diferentes americanos que encontrou ao percorrer 18 estados em 18 dias. Haiti, depois do inferno, o seu segundo livro, lançado pela Editora Globo, narra os acontecimentos terríveis nos dias que se sucederam ao terremoto no país, em janeiro de 2010.

_______________________________________________________


     Em setembro de 2014 Rodrigo Alvarez lançou Aparecida: a biografia da santa que perdeu a cabeça, ficou negra, foi roubada, cobiçada pelos políticos e conquistou o Brasil. O livro expõe personagens e fatos curiosos e inéditos sobre o maior símbolo da fé católica brasileira e da história do Brasil. Em 2015 lançou “Maria”, e em 2016 lançou o livro sobre a trajetória de Fábio de Melo, que segundo Alvarez merecia ser feito, pelo fato do padre ser complexo em sua religiosidade e humanidade.

_______________________________________________________

Do resgate da imagem ao quarto maior santuário do mundo


     A aparição da imagem de Nossa Senhora de Aparecida ocorreu em 1717, nunca ocasião também conhecida como Pesca Milagrosa, na época das Capitanias Hereditárias. O governante das capitanias de São Paulo e Minas de Ouro estava de passagem pelo Vale do Paraíba, mais precisamente por Guaratinguetá. Animados com a visita, o povo daquela localidade resolveu fazer uma festa de boas-vindas e para isso chamaram três pescadores, Domingos Garcia, João Alves e Filipe Pedroso para lançar as redes no rio e pescar bons peixes.

     O fato era que, naquela época, meados de outubro, não era tempo de peixes. Porém, como não podiam contradizer o pedido, rezaram pela proteção e bênção da Virgem Maria e de Deus para que pudessem voltar à terra firme com fartura. Depois de inúmeras tentativas sem sucesso, eis que surpreendentemente eles pescaram o corpo de uma imagem. Curiosos, lançaram novamente as redes e “pescaram” uma cabeça que se encaixou perfeitamente ao corpo. Depois deste encontro, que nos dias de hoje é representado em todo o Brasil no dia 12 de outubro emocionando os fieis, o barco se encheu tanto de peixes que ele quase virou!

     A partir daí, a devoção da Santa foi se espalhando. Primeiro nas casas, depois se construiu uma capela, depois uma basílica, até chegar ao quarto maior santuário do mundo, o Santuário Nacional de Aparecida localizado na cidade de Aparecida, interior do Estado de São Paulo.

_______________________________________________________

Bastidores do Jubileu 300 anos em Aparecida

     São muitos os detalhes necessários para que toda a programação da Novena e Festa da Padroeira do Brasil aconteça no Santuário Nacional e seja para o devoto, uma grande experiência de fé.

     Para a realização dos eventos no Ano Jubilar, os trabalhos estão ainda mais intensos em diversas áreas desde as equipes responsáveis pela preparação dos carros andor para as celebrações dos dias 1 e 12 de outubro, a decoração do Altar Central e a organização de todas as equipes dos mais de 100 setores do Santuário. Confira alguns números da organização do Santuário para a Festa Jubilar:

     - Serão 26 carros andor para a Novena e Festa da Padroeira. As peças estão sendo preparadas pelos 50 colaboradores das equipes de serralheria, carpintaria, pintura, elétrica, manutenção e enfeites;

     - Cerca de 15 sacerdotes estarão em escala, para atender aos romeiros na Capela das Confissões no subsolo do Santuário;

     - A previsão é de que 200 mil hóstias sejam distribuídas durante as missas e celebrações da Novena e Festa da Padroeira;

     - No dia 12 de outubro, na Missa Solene às 9h30, cerca de 300 ministros estão escalados para a distribuição da eucaristia durante a missa campal na Tribuna Bento XVI.

_______________________________________________________

Programação em Aparecida

     Só no dia 12 de outubro, o Santuário Nacional de Aparecida espera receber 200 mil fiéis. Para recebe esse público e celebrar o evento, padre Daniel Antônio, ecônomo do santuário, conta que a preparação começou há cinco anos. "Desde 2012 nos preparamos tanto no projeto pastoral quanto nas obras do santuário. Ao longo desses anos fizemos inaugurações para este ano, como o campanário. Agora nossa grande inauguração será da cúpula central no santuário no dia 11", explicou.

     A programação geral para celebração dos 300 anos conta com quatro shows. O primeiro, do grupo italiano Genrosso, acontece nos dias 6 e 7 de outubro. Para assistir é necessário comprar uma camiseta por R$ 30 – o valor será revertido para a Fazenda Esperança, de Guaratinguetá. Já no dia 8, os artistas ligados ao santuário, como Tonho Prado e Kleber de Oliveira, se apresentam.
No dia 10, é a vez dos padres cantores se apresentarem. Está confirmado a presença dos padres Fábio de Melo, Antônio Maria, Reginaldo Manzotti, Zezinho, entre outros. Os cantores Daniel e a Ziza Fernandes também fazem uma participação especial.

     Já no dia 12, data dedicada à Santa, a apresentação é de artistas da música brasileira. Canções que falam de Maria serão interpretadas por artistas como Fafá de Belém, Agnaldo Rayol, Joana, Chitãozinho e Xororó, Alcione, Michel Teló, Paula Fernandes, Padre Fábio de Melo e Preta Gil.


Missas e novena

     Durante os nove dias de novena, estão previstas também missas, vigília e procissões. O Santuário Nacional informou que o Papa Francisco enviou um representante para participar da da festa, já que ele não poderia comparecer por conta de agenda. O representante da diocese de Roma, o cardeal italiano Giovani Battista Re, irá presidir duas missas: uma às 9h no dia 11 e a outra no dia 12, às 7h30.
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home