Boa tarde!           Quarta 20/06/2018     15:58
Cadastre seu e-mail e receba nossos informativos: Nome Email

Obras sociais encaram grandes desafios em 2018

Políticas de redução de gastos dos governos limitam poder de ação de obras sociais e dão margem para o aumento da desigualdade social

     Prestes a completar 30 anos de prestação de serviço à sociedade, diretamente à juventude, e apoio comprovado a toda a família, o Centro Juvenil Salesiano Dom Bosco inicia o ano com grandes expectativas quanto aos recursos para manter toda a estrutura e a qualidade dos serviços prestados, o que indiretamente reflete também  na sociedade. “O trabalho realizado no Centro Juvenil tem o foco na construção de projeto de vida de crianças, adolescentes e jovens”, ressalta o administrador do Centro Juvenil Antonio Crestani. “O trabalho social que promovemos com a juventude visa o resultado de transformação de vida e não somente em números de atendimentos”. 

     Em 2017 devido as políticas de redução de gastos dos governos do Município e do Estado de São Paulo, a obra social não teve correção dos convênios, que anualmente são atualizados no mês de junho de cada ano, permanecendo para 2018 o mesmo valor recebido em julho de 2016. Visto que esses convênios representam em torno de 80% dos recursos financeiros da obra social, se faz necessário este ano encontrar novas fontes de recursos para manter o trabalho que há 30 anos a Paróquia São João Bosco e o Centro Juvenil desenvolvem em prol das crianças, adolescentes e jovens mais necessitados na região. 

     Na tentativa de superar esse problema, uma das iniciativas da comunidade foi de aprimorar ainda mais o comprometimento dos paroquianos com a obra social e promover mais eventos festivos durante o ano, a fim de angariar recursos para garantir o sustento dos trabalhos.

     Com isso, será realizado no dia 10 março, sábado, um jantar dançante para que mais pessoas possam ajudar as crianças, adolescentes e jovens num belo momento de lazer com toda a família. Essa ação visa a arrecadação de recursos e apoio para manter a cada semestre o atendimento de segunda a sexta-feira de mais de 400 crianças, adolescentes e jovens.
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home