Boa tarde!           Quarta 20/06/2018     15:57
Cadastre seu e-mail e receba nossos informativos: Nome Email

Concílio Vaticano II preocupa-se em colocar a Bíblia na mão dos fiéis

     Após ressaltar que somos filhos do Vaticano II - vez que a Igreja tal como a conhecemos hoje é fruto deste que foi o maior evento religioso do Século XX –, o Conselheiro Geral da Ordem dos Padres Mercedários, o sacerdote brasileiro Frei Reginaldo Roberto Luiz, residente em Roma na Casa Generalícia, afirma que a Igreja no Brasil deu passos significativos no que diz respeito à aplicação dos documentos conciliares.  

     Em suas ponderações são destacados particularmente dois deles: a Dei Verbum (Constituição dogmática sobre a Divina Revelação) apontando a preocupação que a Igreja teve de que não somente o clérigo, mas também o fiel leigo tivesse acesso à Palavra de Deus, abrindo espaço para realidades eclesiais em que a Sagrada Escritura é rezada e também estudada. 

     O segundo é o Sacrosanctum Concilium (Constituição sobre a sagrada liturgia), afirmando ter havido dois extremos em sua aplicabilidade: de um lado, uma certa escrupulosidade, um rigorismo; de outro, um certo desdém e negligência em sua implementação. 

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home