Março de 2015 - O mistério pascal

     "A vida é caminhar, sou peregrino do amor, vou semear, a esperança deste mundo que há de vir... eu não me canso de cantar". Somos caminhantes... Feliz de quem na caminhada da vida aceita a companhia do Senhor Jesus como companheiro... e com Ele aceita fazer a "Caminhada Pascal", que dura a vida toda.

     A Semana Santa é a oportunidade de todos os anos vivermos a experiência desta proximidade com Ele. Ela nos mostra a proximidade do "fim", que não nos leva ao término da grande aventura de caminhar com Ele. É um fim como continuidade, para novos passos de nova vida... sempre com Ele!

     Ponto alto da Semana Santa: o "Tríduo Pascal"! Os três dias fortes, de intensa comunhão ou de maior proximidade com Jesus, com seu viver, com seu testemunhar. É como que o resumo do nosso viver a caminho.
A Quinta-Feira Santa: o testemunho de serviço, onde o Cristo se dá por inteiro, sem guardar nada para si. Entrega-se como servidor, lavando os pés dos seus discípulos e dizendo: vocês têm que fazer o mesmo; devem ser servidores. E não contente com isso, quer também se dar a nós como alimento, no pão e no vinho, vivendo a profunda comunhão conosco, até hoje e para sempre. É o dom-mistério da Eucaristia!

     A entrega foi total, em fidelidade ao Pai, até as últimas consequências. Até a morte, e morte de Cruz. A Sexta-Feira Santa lembra-nos a morte de Jesus: Ele não guardou nada para si, entregou tudo, entregou a própria vida. E Ele nos diz que continua valendo a pena ser o grão de trigo que morre pelo Reino de Deus, que é nossa causa e nossa casa.

     E o grão de trigo morre para produzir frutos. A morte de Cristo não foi em vão. A vida é mais forte do que a morte. O Pai é Senhor da Vida e quer que a vida vença: venceu em Jesus e continuará a vencer quando vivermos em nossas vidas os gestos, as atitudes, o comportamento de Jesus. Eis a celebração da Luz Nova, do Círio Pascal, do canto da Ressurreição, da celebração da vida nova que o Sábado Santo e o Domingo de Páscoa da Ressurreição nos convidam, nos estimulam a viver, sempre com renovado ardor e entusiasmo.

     Com Cristo somos convidados a viver vida nova a partir da Páscoa-Passagem.

     Desejar Feliz Páscoa é dizer: a tua vida em Cristo, deve ser mais vida, deve ser vida nova. Se você quiser celebrar Páscoa, viva Vida Nova.

     FELIZ PÁSCOA!

Padre Assis Moser, sdb.
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home