Bom dia!           Domingo 18/11/2018     07:47

Terra Santa com objetos do tempo de Jesus

     No dia 27 de junho de 2018, foi inaugurada a nova seção do “Terra Sancta Museum”, na sede do convento da Flagelação na via Dolorosa. As novas salas abertas ao público formam um sugestivo percurso expositivo, que passa por cisternas do período bizantino a ambientes das casas do tempo das Cruzadas, até a uma corte do período mameluco.  “Hoje abrimos uma nova seção do Museu da Terra Santa, que é dedicada principalmente à vida do dia a dia nos tempos de Jesus”, explicou Frei Eugenio Alliata, diretor do Museu. “Também temos uma parte que mostra através de objetos a vida do Rei Herodes, que dominou quase todo o período da história de Jesus e dos Apóstolos.

     Segundo o diretor, os objetos expostos pertencem à coleção do Studium Bliblicum Franciscanum, a Universidade Bíblica da Custódia da Terra Santa em Jerusalém. É uma coleção de descobertas arqueológicas recolhidas e conservadas pelos Frades ao longo dos séculos, graças ao interesse dos professores da Universidade Bíblica, para conhecer o Evangelho e entender seu conteúdo também através da materialidade dos objetos que são mencionados. 

     O futuro percurso de visita das coleções arqueológicas do Museu será formado por dois novos setores: um apresentará os lugares bíblicos nos quais foram feitas escavações por parte dos frades franciscanos e o outro a exposição de coleções temáticas especializadas.

     A abertura da seção arqueológica faz parte do projeto geral do Museu da Terra Santa. Além da seção multimedial inaugurada em 2016 e a arqueológica, é prevista a abertura de uma seção histórica no convento de São Salvador em Jerusalém.

Foi inaugurada em Jerusalém a nova seção arqueológica do Museu da Terra Santa, criado para preservar a memória cristã na terra de Jesus
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home