Sutilezas de Deus: realidades profundas e transformadoras


     Eraclides Reis Pimenta é diácono salesiano, filho mais velho de uma família do interior de São Paulo. Nasceu em maio de 1979, em Votuporanga, onde morou até seus 29 anos no mesmo bairro em que frequentou a única instituição pública de ensino da pré-escola ao terceiro colegial. Foi batizado na Matriz de São João Batista de Álvares Florence - SP, e participou como coroinha, desde os sete anos, na comunidade paroquial de Santa Joana. Junto à mesma comunidade recebeu a Primeira Eucaristia e foi crismado. Nesta edição, o Em Família traz um pouco mais sobre a vida e aspirações do jovem religioso, que será ordenado padre em dezembro de 2018. 


“Acredito que por ter me envolvido na animação catequética e litúrgica na comunidade desde muito cedo tenha influenciado fundamentalmente no meu discernimento vocacional salesiano (embora minha comunidade não tenha ligação alguma com o nosso carisma). A caminhada de fé vivida durante a juventude e amadurecida quando já beirava os trinta anos me permitiu reconhecer o quanto Jesus Cristo me chamava para uma missão específica. Até então, não descartava a possibilidade da vida matrimonial, porém admitia (apenas intimamente) sentir um impulso diferente: eram as sementes divinas que viriam a frutificar na vocação à vida consagrada e presbiteral. 

     Quando vim morar em São Paulo iniciei a faculdade de Geografia e História. Pouco tempo depois, fui providencialmente motivado por uma Filha de Maria Auxiliadora a iniciar um processo de discernimento vocacional com os Salesianos de Dom Bosco. Foi no Instituto Pio XI a minha primeira conversa sobre a caminhada vocacional com um salesiano desta inspetoria.

     Na verdade, a vida, o testemunho e a história do nosso pai e fundador me cativavam de um modo diferente (ainda que quase nada conhecesse sobre esse homem). Não sou capaz de explicar com detalhes como se deu meu encantamento pelo nosso amado Dom Bosco. Acredito ser uma daquelas sutilezas de Deus ao longo da nossa vida. Posso garantir, o que chamo de sutilezas de Deus são realidades muito profundas e transformadoras.

     O envolvimento no Oratório Festivo do Liceu Coração de Jesus, o acompanhamento vocacional e o consequente ingresso no aspirantado salesiano em 2009, foram para mim um bonito caminho de continuação na caminhada cristã. Testemunho com muita liberdade e amor: o modo como passei a viver a fé na comunidade salesiana, confirma que na minha vida acontece uma história de salvação querida pelo Senhor “desde o seio materno” (Jr 1,5), e que é escrita cotidianamente. Toda a formação salesiana recebida nestes quase dez anos é um tesouro de incalculável valor.

     Desejo muito contribuir por meio do meu testemunho, para que os adolescentes e jovens com quem encontrar e conviver sejam encorajados a acolher e a valorizar mais o dom da sua vida, e a empenhar-se por discernir qual o projeto de Deus para cada um.
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home