Dezembro de 2018 - Os mártires inocentes

Esses Santos Inocentes, de alma pura, que deram suas vidas por Cristo são os primeiros mártires cristãos. A Igreja dedicou a eles o dia 28 de dezembro pelo fato de essa data ser próxima ao nascimento de Jesus, já que tudo aconteceu depois da visita dos Reis Magos ao Menino

     A história dos Santos Inocentes é contada no Capítulo 2 do Evangelho de São Mateus. Tudo começou com a chegada dos Reis Magos na cidade de Jerusalém. Eles chegaram lá seguindo a estrela que anunciava o nascimento do Messias. Os magos procuraram, a princípio, o rei Herodes, que vivia em Jerusalém, pensando encontrar o menino no palácio real. Mal sabiam eles, porém, que estavam se dirigindo a um grande inimigo do Messias.

     Herodes acolheu os magos fingindo interesse pelo Menino recém-nascido. E mandou chamar alguns escribas e doutores da lei para que estes informassem onde nasceria o Salvador. E estes sábios de Israel dizem que, segundo uma profecia, o Messias deveria nascer no vilarejo de Belém, a seis quilômetros de Jerusalém. Herodes, então, envia os magos a essa região para descobrirem tudo sobre o Messias, mas pede que eles voltem para informá-lo e mente dizendo que ele também queria prestar homenagens ao menino.

     Os magos do Oriente chegam a Belém e, guiados pela estrela, encontram o menino juntamente com Maria e José. Oferecem presentes a ele, prestam-lhe culto de adoração e se preparam para partir, passando a noite em Belém. Nessa noite, um anjo adverte-os, em sonho, dizendo para não voltarem a Herodes, pois este pretendia matar Jesus. Os magos obedecem e voltam por outro caminho.


Mártires e inocentes

     Os mártires inocentes são chamados dessa forma porque não tinham ainda o uso da razão quando foram mortos. Mesmo assim, foram assassinados por Jesus. Por isso, a Igreja concede a eles esse título. A festa em homenagem a eles é celebrada desde o Século IV. O culto aos Santos Inocentes foi confirmado pelo papa São Pio V. 
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home